Articles

Amigo do Tempo

In pensamentos on julho 20, 2010 by @rustymind

Devem existir pelo menos umas 3 datas dessa ao longo do ano de acordo com os tipos de calendários e contagem lunares ou nascimento de profetas que o Google pode nos ajudar a conhecer melhor mas esse não é o objetivo deste post. É, amigos…

Ninguém no mundo é capaz de concentrar tantas experiências e prazeres numa só relação e numa só palavra como essas criaturas que por razões bem complexas acabam se aproximando de nós. O tempo todo conhecemos gente, conquistamos, paramos de seguir, adicionamos, bloqueamos mas no meio disso tudo só consigo destacar algo maior. Falo de afinidade.

Afinidade não é somente aquilo que cabe em letras mas algo que te atrai conscientementemente e principalmente com o prefixo ‘in’’ na frente do advérbio. O nosso jeito de viver e pensar de alguma forma acaba encontrando uma conjunção ou perfeita e diametralmente oposta disjunção com alguém que faz parte da nossa vida e que merece confiança de alguma forma mas, mesmo assim, não conseguimos chegar perto do que nos coloca no conjunto de universo infinito de nome amizade. Admitamos assim que é como a vida, as coisas, os problemas e tudo que nos rodeiam: simplesmente (e nunca um simplesmente foi tão mal usado) existem. Ao bom vivant, vivamos!

Estou aqui há mais de duas décadas e ao longo disso, conquistei alguns amigos e fui reconhecido como tal por outro tanto. Sofri bastante e hipotetizo a razão estar ligada ao fato de tentar ser compreensivo, companheiro e leal sem, muitas vezes, nem observar a quem, mas a gente se adestra e se ensina e aos poucos faz tudo com mais decência e sabedoria pra não se ferrar mais, foi inteligente seguir em frente. Somos sempre auto-didatas das relações humanas, temos o outro simplesmente um aprendiz de espelho, por assim dizer. O fato é que aos trancos e barrancos conquistei admiração de alguns e isso me faz seguir feliz porque sei que não vejo sozinho as qualidades de quem me rodeia.

Hoje é só mais um dia e como a gente sempre tem mania de dizer que todo dia é dia da Mãe, do Pai, do Funcionário Público, do Bibliotecário, arrisco-me a dizer que quando falamos de amigos a repetição deve ser enfática, em negrito e digna de parágrafo único como este pra ser justa. Já vi horas difíceis de  morte, amor, fossa, doença, alegria, desespero, falta de dinheiro e estudo e em todos os instantes sempre tive a quem recorrer e, digo mais, foram os momentos em que mais descobri as pessoas excelentes que tenho a meu lado até mesmo depois de uma droga cuja cura é a mais urgente de nossa sociedade: a descrença em alguns seres que se dizem humanos. Outras vários disseram simplesmente com a presença que quem procura ser amigo dos outros sempre vai ter com quem contar logo ali, é a lei natural pra quem não escolhe ficar cego.

Amigo é um ser de extremos pois combina com instantes de percepção aguçada, típicas de alegria extrema ou pânico. Não se percebe um amigo sem precisar ou na ausência de contato. É a mão que te segura e dá força de graça, reciprocamente e sem cobrança, é aquilo que te livra do ateísmo existencial. Uma excelente tradução da presença de Deus

Anúncios

2 Respostas to “Amigo do Tempo”

  1. E é uma sorte lhe ter como amigo. 🙂

  2. Clovinho!!!
    feliz dia do amigo!!
    espero poder acrescentar com minha amizade no seu crescimento pessoal
    =)
    vc eh mto importante p/ minha!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: