Articles

Carrices , Mudanças e Bloguices

In momentos, rotina on junho 7, 2008 by @rustymind

Os dias têm sido puxados (algo realmente me diz que ainda saberei o real significado dessa afirmação) por causa da minha mudança de cidade, suas conseqüências e resoluções. Estou sentindo que a vida anda, depois de uma pausa necessária e própria das férias e, claro, tenho me empenhado em agilizar pendências e viabilizar o complicado processo que foi arrumar uma nova morada, oficializar papéis, alugar a minha casa, cancelar contas, transferir endereços e programar como tudo deve ser feito a partir de agora. Apesar das complicações, as coisas têm fluido de uma maneira agradável e confortavelmente positiva.

O maior motivo do meu recente estresse foi gentilmente batizado de carrices* . Meu estimado veículo passou por uma série de revisões por causa da viagem afim de obter segurança na estrada, bem como evitar problemas em uma cidade que ainda não conheço e que teria certa dificuldade em achar bons mecânicos, lanterneiros, eletricistas e toda espécie de especializações possível. Aliás, já perceberam o quanto a manutenção de um automóvel é fragmentada? Existe gente para alinhar, ajeitar faróis, pintar, polir, colocar vidros… e, como tempo é dinheiro, imagino como deve ser difícil um profissional com uma rotina turbulenta manter tudo em ordem sem gastar um precioso tempo.

Além da troca de óleo, fui regular as lâmpadas dos faróis e terminei tendo de comprar um novo par de globos já que o sistema de reflexão estava comprometido devido ao tempo de uso e conseqüente desgaste, aproveitando o ensejo para regular a bombinha do pára-brisa que há alguns dias não jogava mais água e, confortavelmente, eu me valia dos flanelinhas do semáforo. Terminados os serviços de eletricistas chegou a vez de alinhar as lâmpadas e aí começou uma onerosa novela de mais de 2 horas e algumas novas rugas em minha testa. Fui a uma loja especializada em alinhamentos em geral e, consequentemente, trocas e avaliação de pneus. O valor do primeiro objetivo foi bem barato, apenas 10R$, que nem foram preciso ser pagos pois as lâmpadas estavam praticamente em ordem, então, aproveitamos o ensejo para alinhar os pneus e daí começaram os problemas. O técnico observou que eles estavam em perfeito estado na parte de fora e tão gastos no interior que só agüentariam mais 8 dias no máximo e a estrutura metálica corria o risco de partir e o carro capotar. Foi preciso fazer uma alinhamento especial para ajeitar o eixo inclinado para fora, cujo valor foi mais de 100 R$ e duas infinitas horas na sala de espera para clientes.Terminado o serviço, fomos ver e constatamos que realmente estavam tão tortos que o formato dava uns 4 ziguezagues, sendo necessário substituí-los imediatamente por questões de segurança. O barato poderia sair caro e foi necessário lidar com os gastos inesperados apesar do estresse, enfim, carteiras mais vazias com risco de morte diminuído foi o saldo final.

Estou sentindo uma grande saudade antecipada da minha cidade. É uma vontade de ir de um jeito e ficar de outro, já que a verdadeira intenção é não deixar para trás as verdadeiras experiências e conquistas partirem de um solo filosófico que, por estar na mente, não possui distâncias físicas a percorrer. Nada mais justo para um cidadão que tem o pé no mundo, mas que cresceu de várias formas num ambiente de clima semi-árido e cheio de calor humano. Caruaru não é somente a cidade do Forró,das festas de São João ou o esconderijo do bêbado Geremias (e eu não conheço ele), é um lugar cheio de cultura, mitos, atrapalhos políticos, intelectuais e algumas personalidades.Certamente, levarei para sempre as coisas que aprendi por aqui com sentimentos telúricos, que ajudarão na continuidade da minha formação.

Os próximos dias serão de mais desafios e de muitas novidades. Confesso que não estou com medo, amadureci alguns pensamentos no meu último tempo livre e estou pensando positivo a respeito de tudo, acredito que é assim mesmo que deve ser. Agora só me resta esperar o caminhar das coisas e poder ver como será a nova vida.

*carrices = coisas de carro; problemas chatos que consomem bastante tempo e dinheiro dos proprietários.

The Kooks – Always where i need to be

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: